quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Sites viabilizam verba para micronegócios

Com a ajuda da internet, ONGs repassam recursos a pequenos empreendedores e ajudam a tirar projetos do papel

Há uma década a internet vem ajudando a aproximar investidores sociais e microempreendedores que não teriam acesso a crédito no mercado financeiro co­­mum. Organizações não governamentais criaram sites para ar­­recadar recursos de pessoas físicas e repassar para cidadãos pobres sem condições de fazer empréstimos. O modelo é semelhante em todas as iniciativas. O internauta escolhe um projeto que deseja ajudar e investe um determinado valor. O recurso pode ou não ser devolvido e, em alguns casos, há até juros sobre o microempréstimo.

Mais...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Conceitos fundamentais que você precisa saber sobre plano de negócios

Ao pensar em empreendedorismo, logo vem à cabeça a ideia do plano de negócios. Isso acontece por uma razão muito simples, ao fazer o plano de negócios o empreendedor diminui muito os riscos de entrar nas temidas estatísticas de mortalidade de empresas.

O problema é que, apesar de existir muita informação disponível sobre como elaborar o plano de negócios, existem alguns mitos que perseguem os empreendedores na hora de escrever seu plano.

Mais...

Onze tendências de comunicação da sustentabilidade

Como as empresas estão comunicando a sustentabilidade no mundo? E, principalmente, o que e de que modo vão comunicar o tema nos próximos anos? Para responder a essas duas perguntas, Ideia Sustentável – usando a sua metodologia OTS (Observatório de Tendências em Sustentabilidade) – mapeou e identificou – a partir da análise de dados gerados por organizações globais produtoras de conhecimento em sustentabilidade – 11 tendências. Com a intenção de oferecer material para sua reflexão, apresentamo-nas a seguir:

Mais...

Crowdfunding chega ao universo cultural

Plataformas digitais de financiamento colaborativo são alternativas à realização de projetos culturais

Em setembro de 2010, um grupo de amigos indignados com a escassez de shows de bandas internacionais no Rio de Janeiro, se reuniu para trazer o grupo de rock sueco Miike Snow para tocar no Circo Voador. O sucesso da empreitada dependia do financiamento do cachê da banda e do show, o que os rapazes conseguiram com a venda de cotas para 60 pessoas de suas redes sociais e para quatro empresas, a partir de uma plataforma online – www.queremos.com.br. No entanto, a façanha só ganharia repercussão nacional dois meses depois, com a vaquinha para a vinda da banda Belle & Sebastian, que contou com o aporte de 140 pessoas e de algumas empresas. As iniciativas de financiamento colaborativo da Queremos e de outras plataformas digitais compõem o que foi batizado de crowdfunding.

Mais...



Acesse esta Agenda

Clicando no botão ao lado você pode se inscrever nesta Agenda e receber as novidades em seu email:
BlogBlogs.Com.Br